5 motivos para visitar o maior jardim de orquídeas do mundo em Cingapura

Talvez você ainda não saiba, mas é na cidade-Estado de Cingapura, no sudeste asiático, onde fica o maior jardim de orquídeas do mundo! O National Orchid Garden é um local lindo e que exala natureza por todos os cantos, com espécies das mais diversas para exaltar as flores mais encantadoras do mundo. O jardim foi fundado em 1995 e faz parte dos jardins botânicos de Cingapura, que são divididos em núcleos voltados à pesquisa, à valorização da história (com locais mais rústicos e jardins antigos) e ao turismo – sendo o jardim de orquídeas do núcleo turístico.

 

Como bom orquidófilo, talvez seja uma boa ideia fazer as malas e ir até lá conhecer o maior jardim de orquídeas do mundo. Confira alguns motivos para aguçar a sua curiosidade!

 

 

1- São 60 mil espécies

O National Orchid Garden possui nada menos que 60 mil espécies diferentes de orquídeas. O local foi considerado Patrimônio reconhecido pela UNESCO, tornando-se o único local do país com esse título, e o único jardim botânico tropical da lista da organização.

2- 600 híbridos foram desenvolvidas de forma exclusiva

Até o momento, já são cerca de 600 novas espécies desenvolvidas pelo programa de cultivo de orquídeas do jardim. Isso ocorre porque os especialistas fazem polinizações manuais entre diferentes espécies e testam o desenvolvimento de híbridos. Destas espécies, cerca de 200 são exclusivas jardim.

3- Homenagens a famosos e chefes de Estado

Muitas das orquídeas criadas no jardim receberam nomes que homenageiam famosos e importantes chefes de Estado. Segundo o diretor do jardim, o objetivo é demonstrar amizade e boas relações com estes países. Nelson Mandela, Príncipe William e a família Obama estão entre os homenageados.

4- Cidade grande com natureza

Amantes da natureza devem amar a cidade de Cingapura graças à mistura de cidade e espaços naturais. Assim, além de shopping centers, lojas, hotéis dos mais variados e restaurantes para todos os gostos, a cidade conta com espaços dos mais variados repletos de natureza: além dos parques urbanos e dos jardins botânicos já citados, a cidade conta com um Safári Noturno, um zoológico e o Jurong Bird Park, o maior parque de aves do mundo.

5- Preços acessíveis

O dólar de Cingapura, moeda do país, custa cerca de R$2,60, e os preços na cidade não costumam ser muito altos. A entrada para o National Orchid Garden, por exemplo, gira em torno de R$12. As passagens de avião podem variar muito, e sempre exigem conexões, o que desperta a oportunidade de passear em uma cidade europeia, por exemplo, antes de seguir para o destino final – o que pode até aliviar o “jet lag”. Brasileiros não precisam de visto para entrar no país caso queiram ficar menos de 30 dias, mas o passaporte precisa estar válido pelos próximos 6 meses, e o país exige que se esteja vacinado contra a febre amarela.

Se você gosta de anatomia de botânica de orquídeas, vai gostar desses posts aqui

http://sitiokolibri.com.br/categoria/decoracao/anatomia-e-botanica/