Dicas sobre Corte

Hastes, cortar ou não cortar?

As flores caíram e agora?

O corte a uma distância de aproximadamente 2cm de sua base é sempre recomendado, desta forma a planta destinará sua força para as folhas e raízes.

Outras práticas podem ser adotadas seguindo uma boa observação  já que orquídeas normalmente mostram seus caminhos para as novas floradas:

Se a orquídea não puder dar flores novamente, naturalmente ressecará; se for possível uma nova florada, ela continuará firme até a próxima floração.

Se a haste estiver marrom, não nascerão mais brotos. Corte-a a 2 cm da base.

Se estiver verde, deixe-a até a próxima florada, pode brotar novamente ou então realize o corte na terceira gema (a parte saliente contada de baixo pra cima). Quando feito esse último procedimento uma nova floração ou novas mudas em hastes secundárias poderão nascer. Essas novas mudas são chamadas de Keikes e tem a possiblidade de receber novas floradas.

Para ver na prática como fazer a poda, acesse o canal de Kohji Nagatani.

http://sitiokolibri.com.brs://www.youtube.com/watch?v=dRFAnD6mCJo&feature=youtu.be

 

Raízes aéreas

Raiz aérea é aquela que se une aos ramos das árvores. Ela coleta umidade e dióxido de carbono do ar para sobreviver. Pode aparecer quando a planta está sentindo falta de umidade; quando está seca.

Na época da floração, raízes aéreas poderão nascer. Algumas pessoas as confundem com pendões. Observe bem! Elas costumam ter tons de verde acinzentado. Não se preocupe com as raízes aéreas que crescem fora do vaso mas, se quiser, pode eliminá-las com uma faca ou tesoura esterilizadas.