Como fazer um Kokedama para orquídeas

Kokedama, em japonês, significa “bola de musgo”, e é a nova sensação entre os amantes de plantas – e de orquídeas! E isso é uma boa notícia: afinal, além de ser uma forma bonita de expor a orquídea em casa, o kokedama também promove uma ótima melhora na saúde da planta.

 

Vale destacar que há diversas receitas de kokedama, mas a maioria delas utiliza terra, e é voltada para outros tipos de plantas. É sempre importante lembrar que as orquídeas não sobrevivem na terra comum!

Os passos para fazer um Kokedama para a sua Phalaenopsis podem ser um pouco variáveis. Confira:

 

1- Separe a orquídea:

O primeiro passo é separar a orquídea que será replantada no novo kokedama. Aproveite para limpar as raízes no caso de uma muda debilitada.

 

2- Deixe o musgo Sfagno de molho

O musgo utilizado para fazer kokedama é o de nome Sfagno ou Sphagnum. Coloque-o em cerca de 1,5 litro de água em um balde. Se a ideia for replantar uma muda debilitada, aplique até 5 gotas de algum enraizante de sua preferência e deixe o sfagno de molho por cerca de 15 minutos.

 

3- Coloque o substrato em uma rede (opcional)

Se a ideia é deixar a orquídea em um substrato, separe a composição de casca de pinus e carvão vegetal (ou outra composição à sua escolha) e coloque em uma rede, que pode ser um saco utilizado para vender laranjas, ou qualquer outro que seja parecido. Forme uma “bolinha” com a rede amarrada em torno do substrato.

 

4- Faça a bola de musgo

Com a muda que será plantada no kokedama bem posicionada, vá formando uma bola de musgo em torno da raiz. Se for utilizar a bolinha de substrato, faça com que o musgo circule em torno do substrato, deixando a orquídea em cima da rede. Caso seja utilizado só o musgo, basta ir formando uma bolinha com ele. Pressione bem o sfagno para que ele grude e não solte facilmente.

 

5- Prenda a bolinha de musgo

Utilizando um fio de barbante de sisal ou outro tipo de corda fina e resistente, prenda esta bolinha de forma que o musgo não possa cair. Circule o barbante quantas vezes for necessário, formando um nó ao final.

 

6- Pendure o kokedama ou coloque-o em algum lugar

Antes de considerar pronto o seu kokedama, encontre o melhor lugar para deixá-lo. Uma das possibilidades é pendurar por meio do próprio barbante, que pode ser fixado em alguma floreira, treliça ou pergolado. Também é possível utilizar um arame encapado que, ao se prender no kokedama, torna-se um tipo de cabide. Outra opção é colocar o kokedama em um vaso bonito ou uma estrutura que lembre um tronco de árvore: aí, a criatividade não precisa ter limites!
Quer mais dicas e imagens de tirar o fôlego? Então acesse a nossa página no Pinterest!