Tudo que você precisa saber para envasar a orquídea

Parece simples, não é? Basta remover a planta de um vaso e recolocar em outro. No entanto, existem diversos segredos para envasar a orquídea e evitar que ela sofra em um novo vaso.


Pensando nisso, decidimos listar tudo o que você precisa saber antes de envasar a orquídea e definir um novo espaço para que ela cresça. Não se trata apenas de definir o que deve ser feito passo a passo, mas de entender como as orquídeas ocupam o espaço e por que esses cuidados devem ser tomados.

1- Um dia antes: regue a sua orquídea! É importante que ela receba água no dia anterior: assim você deixa as raízes menos duras, permitindo que elas fiquem mais fáceis de manusear.

 

2- O melhor momento para envasar a orquídea, ou melhor, trocar de vaso, é quando as raízes estiverem crescendo para cima, sobre a borda do vaso em que se encontram.

 

3- Existe uma época melhor para trocar de vaso? Um dos melhores momentos é entre a primavera e o verão, especialmente após acabar a florada. O mais importante é nunca fazer essa troca enquanto a orquídea estiver florida!

 

4- Separe os materiais necessários antes mesmo de começar! Não é nada saudável para a planta se você parar o processo no meio porque esqueceu de alguma coisa. Portanto, anote o que você precisa:

– Vaso de tamanho ideal (não pode ser grande demais)

– Todo o substrato necessário: não se esqueça das pedras para o fundo do vaso e de escolher seu substrato preferido, como cascas de pinus ou fibra de coco, entre outras opções (leia mais aqui);

– Objeto cortante: você vai precisar de uma faca ou tesoura que esteja esterilizada (pode ser só colocada no fogo por alguns segundos e depois colocada para esfriar);

– Sustentação para a planta: pode ser uma estaca de bambu ou um palito grande junto com um cordão ou um arame (desses que vêm na embalagem do pão de forma);

 

5- Lave as mãos e mantenha a troca toda em um local limpo. As orquídeas são sensíveis a infecções, especialmente quando cabos, folhas e raízes são cortados;

 

6- Na hora de tirar a planta do vaso atual, tenha muito cuidado e libere-a do substrato antigo cuidadosamente, utilizando a faca ou tesoura para desgrudar as raízes que estiverem agarradas ao vaso;

 

7- Sempre retire as raízes mortas e podres! Corte cuidadosamente.

 

8- Ao colocar a planta no novo local, deixe-a sempre inclinada e próxima de uma das bordas, de forma que as raízes tenham espaço para crescer em direção ao lado oposto. Cuide para que ela fique na altura do substrato, sem raízes para fora, e de forma a ter dois centímetros de borda de vaso, ou seja, não encha tudo com substrato.

 

9- Finalize o processo pressionando o substrato para que a sua orquídea fique bem presa, e acrescente a estaca para prender o caule e impedir que ele fique à mercê do vento.

 

Pronto, agora que você já sabe Tudo que você precisa saber para envasar a orquídea, boa sorte!