Orquídeas Phalaenopsis: como fazer mudas

Como fazer mudas

Nós já falamos sobre o keiki aqui no blog! Ele é basicamente um broto, ou seja, uma muda da Phalaenopsis. No entanto, quando as pessoas perguntam como fazer mudas de orquídeas, querem saber um pouco mais do que apenas localizar o keiki.

Pensando nisso, decidimos ensinar mais detalhadamente a melhor forma de colocar a muda em um novo vaso.

 

Como fazer mudas e envasar a orquídea bebê!

Geralmente, quando uma orquídea Phalaenopsis recebe menos oferta de sol e mais oferta de água, é possível que o keiki “roube” uma florada da planta. A vantagem, com isso, é que em breve você terá um novo vaso!

O principal cuidado que você precisa ter é com o substrato que será desenvolvido para a nova planta, que deve ser novo, e nunca aquele substrato velho que já foi “usado” por outra orquídea!

Aproveite o período entre a primavera e o verão para fazer essa troca. É geralmente neste período que surgem novos pontos com raízes que formam as mudas. Um dos grandes segredos de como fazer mudas de Phalaenopsis é regar a planta no dia anterior ao da troca de vaso. Ao fazer isso, elas ficam mais maleáveis e fáceis de manusear!

 

Passo a passo:

Depois que você cortar o keiki com uma tesoura (esterilizada, de preferência), optando por cortar a partir do terceiro nódulo caso o keiki esteja na parte de cima da haste principal, pegue um vaso que tenha o tamanho suficiente para dois anos de crescimento da planta, mas que também  não seja muito grande. Mas atenção: remova o keiki apenas quando as raízes dele estiverem com pelo menos uns 5 centímetros de comprimento!

Quem sabe como fazer mudas de Phalaenopsis já sabe qual o próximo passo: forrar o fundo do vaso com algumas pedras ou pedaços de argila para garantir a drenagem da água, e em seguida colocar o substrato preferido! Confira aqui como escolher a melhor opção de substrato! E uma boa ideia é utilizar um pouco de musgo “sfagno” para circundar as raízes no substrato!

 

Cuidados extras:

Na hora de plantar a muda, preste atenção se há algum pedaço da raiz que já está apodrecendo ou morto. Isso geralmente ocorre nas plantas grandes que estão sendo passadas para um outro vaso, mas não custa nada observar!

Não se esqueça de usar uma estaca e um cordão para amarrar a nova haste de deixá-la bem firme! E na hora de colocar o substrato, tenha o cuidado de pressioná-lo com firmeza para segurar a Phalaenopsis, mas sem danificar a raiz!

Pronto! Com esta explicação e mais os textos anteriores do blog, você já sabe tudo sobre como fazer mudas!