Orquídeas azuis: significado, curiosidades e como cuidar

Orquídeas azuis: significado, curiosidades e como cuidar

Ela encanta os nossos olhos com sua beleza estonteante e ainda embeleza qualquer local por onde passa. As orquídeas azuis são uma das flores mais procuradas aqui no Sítio Kolibri, e por isso merecem cuidados e informações especiais. Afinal, por que será que nos encantamos tanto com estas flores?

 

Como surgiram as orquídeas azuis

Diferente de todas as outras orquídeas, as de coloração azul não são encontradas na natureza. Elas surgiram a partir de uma nova tecnologia. De origem holandesa e patenteada, ela se baseia em uma técnica de infusão de tinta azul no caule de uma orquídea Phalaenopsis que é originalmente de coloração branca. Ao receber essa aplicação de tinta azul, a planta passa a colorir suas flores. A técnica não causa nenhum mal às orquídeas, e após o fim da florada, as flores seguintes voltarão a ser brancas.

Mas, afinal, porque ficamos tão fascinados pelas orquídeas azuis? Isso tem a ver com algumas coisas que o azul nos remete.

tamanho certo de orquídea

Significado da cor azul

Além de não ser uma cor muito comum na natureza – e inexistente em todas as espécies de orquídeas  – o azul é uma cor que favorece o exercício intelectual e tranquiliza por meio de seu efeito calmante. Associada à serenidade e harmonia, a cor azul também promove a diminuição da circulação sanguínea, redução da temperatura do corpo e da pressão arterial. Justamente por isso, as orquídeas azuis costumam ser muito associadas a ambientes de recuperação e são ótimos presentes com desejos de melhoras.

Devido à delicadeza da Phalaenopsis associada à coloração azulada, a orquídea Blue Mystique também é muito associada à feminilidade. Por isso, costumam ser usadas como presentes românticos, tornando-se uma forma de embelezar momentos especiais em relacionamentos.

 

Como cuidar das orquídeas azuis

É necessário ter atenção para alguns cuidados especiais:

– Regar de uma a duas vezes por semana, seja acrescentando pedras de gelo ou acrescentando água e deixando escorrer por 15 segundos, para assegurar que estejam molhadas. Antes disso, é importante verificar sempre se a raíz está molhada, para evitar que a planta se “afogue”.

– Manter em local bem ventilado e sem sol direto.

– Adubar a cada 3 ou 4 semanas com fertilizantes de proporção 10-10-10.

– Sem expor ao calor extremo, dar preferência a janelas e espaços luminosos.

Com cuidados assim, orquídeas azuis podem ter flores por até 3 meses, embora o tempo de florada possa variar bastante, sendo 30 dias o tempo médio mínimo.