5 coisas para saber antes replantar sua orquídea na árvore!

Muita gente adora replantar orquídea na árvore. Afinal, é praticamente o “lugar natural” delas, além de transformar qualquer jardim em um espaço mais agradável! Mesmo assim, a prática ainda gera algumas dúvidas e curiosidades. Em alguns casos, porque as orquídeas ficam mais suscetíveis às intempéries, e também porque as pessoas ficam na dúvida sobre a durabilidade das orquídeas.

Pensando nisso, decidimos dividir algumas informações importantes sobre replantar a orquídea na árvore. Antes disso, gostaríamos de incentivar o plantio de orquídeas em locais públicos. É claro que quem tem árvores no quintal de casa vai adorar enchê-las com mudas, mas o fato é que muita gente que vive em casa sem quintal ou até mesmo apartamento pode aproveitar para colocar as orquídeas em árvores do condomínio ou até mesmo em praças. Fica a sugestão!

 

O que saber antes de replantar a orquídea na árvore:

1- A orquídea ficará mais “natural”:

Como a orquídea fica à mercê da chuva e do tempo, é possível que ela fique mais rústica. Algumas manchinhas inofensivas podem surgir, as folhas vão se renovar ao longo do tempo com menos intervenção humana, e a floração pode até mudar de frequência! Afinal, é na árvore que as orquídeas ficam mais parecidas com a maneira como são na natureza. Ou você acha que nas florestas sempre tem alguém pra fazer podas e adubar as orquídeas? De qualquer forma, fique à vontade para intervir o quanto quiser: apenas saiba que ela tende a ser um pouco mais distante daquela orquídea no vaso em temperatura mais controlada na sua sala de estar!

 

2- O substrato pode se “desfazer”

Se você utilizou fibra de coco como substrato, apenas para acomodar as raízes, saiba que essa fibra pode ir se desfazendo ao longo do tempo! Até lá, as raízes já estarão grudadas nas orquídeas e você não precisará mais se preocupar com substrato, já que a própria casca da árvore servirá de apoio e ponto de coleta de nutrientes da planta epífita. No entanto, algumas pessoas amarram as orquídeas com a ajuda de cachepôs e outros suportes que seguram substratos como cascas de pinus e outros: neste caso, é importante se atentar à decomposição destes elementos!

 

3- O segredo é a sombra!

Como as orquídeas não gostam de sol direto, escolha sempre uma árvore com uma boa sombra. Algumas pessoas acham que podem colocar orquídeas em qualquer tipo de árvore, e não consideram a sombra que a árvore tem, seja dela mesma, seja de outras árvores ou estruturas ao redor. Portanto, você pode colocar sua orquídea em uma árvore que não faz muita sombra, mas que tem outras árvores ao redor, por exemplo.

Replantar orquídea na árvore

4- Evite amarrar com muita força

Na hora de amarrar a orquídea ao tronco, seja com um barbante ou outro material (algumas pessoas usam até mesmo arame), é importante que isso seja feito com firmeza, mas sem apertar demais! Afinal, espremer as raízes contra a árvore ou impedir a entrada de ar pode ser um problema. Atente-se apenas à necessidade de que ela fique bem presa.

 

5- A inclinação é importante!

Procure inclinar um pouco a sua orquídea na árvore! É a inclinação que fará com que as hastes fiquem voltadas para fora, tornando as flores mais chamativas. Além disso, uma orquídea inclinada evitará o acúmulo de água no miolo das folhas, e você evitará os problemas que isso causa.