5 medidas fundamentais para orquídeas saudáveis – e com flores!

O que mais nos perguntam todos os dias é: como deixar as orquídeas Phalaenopsis com mais flores?

Essa pergunta não é simples de responder e requer uma coisa importante: paciência!

É que a floração das orquídeas ocorre em um processo mais lento do que muitas das outras plantas que estamos acostumados. Além de vir geralmente após períodos mais frios (especialmente na região centro-sul do Brasil), ela depende do tempo de floração anterior, das condições de sol e irrigação, e especialmente da saúde geral dela.

Então, que tal repassar algumas informações importantes para deixar sua orquídea mais saudável? Só assim ela deve dar mais flores!

1- Preste atenção às folhas com pragas

Infelizmente, uma orquídea pode enfraquecer quando tiver pragas nas folhas. Podem ser pulgões, fungos ou outros tipos. Se tiver um contorno escuro, provavelmente é queimadura do sol, aí não tem muito problema: basta realocar sua plantinha. Mas, em alguns casos, é uma boa ideia cortar a folha que estiver com doença (passe canela em pó no local do corte para evitar infecções).

 

2- Regue sem acumular, mas não tenha medo

Na hora de regar as orquídeas, você já sabe: não deixe acumular água! Espere a água escorrer do vaso de orquídeas. No entanto, é importante não molhar pouco e permitir que algumas raízes fiquem muito secas: deixe e a água entrar em todo o vaso e umedecer tudo!

 

3- Utilize fertilizantes (caseiros ou não)

Existem diversos tipos de fertilizantes! Alguns são caseiros, como este vídeo que fizemos no nosso canal no Youtube, com uma receita de adubo repleto de fósforo, o elemento que ajuda na floração. Mas você também pode utilizar outros tipos de fertilizantes, dos mais variados: todos eles vão enriquecer a sua orquídea com sais minerais que ajudam-na a ficar saudável e gerar mais flores!

 

4- Cuide das hastes – guie o crescimento, amarre no suporte!

Começou a nascer uma haste nova – ou secundária – na sua Phalaenopsis? Então atente-se a ela e cuide bem: espere que ela se fortaleça e prenda-a a um suporte, que pode ser o antigo suporte que veio no vaso, ou outro arame, e quem sabe até mesmo palitos de churrasco, por exemplo. Permita que a haste se desenvolva sem pender demais, ajudando as flores a nascerem com segurança.

 

5- Cuide do sol e da umidade

Dois inimigos da floração da sua orquídea: o sol direto (em excesso) e a umidade. Então, nada de molhar as flores (apenas as raízes e as folhas), e nada de deixar sua orquídea no sol direto, já que ele pode atrapalhar a duração da florada e ainda atingir o desenvolvimento da sua orquídea. Mude de local se começar a bater sol direto, e regue apenas onde deve, evitando que a orquídea fique em um ambiente muito úmido.

 

Com certeza essas medidas vão ajudar sua orquídea a dar mais flores!