3 dicas de como cuidas das orquídeas no inverno

Quando faz frio no período o inverno, o que você faz com suas Phalaenopsis? Nas regiões sudeste, centro-oeste e sul do Brasil, as orquídeas gostam bastante do período do inverno. O principal motivo para isso é a amplitude térmica, ou seja, os dias ficam mais quentes durante o dia, mas chegam a temperaturas baixas no fim do dia.

Mas será que existe algum cuidado diferente que devemos ter com as orquídeas no inverno? Confira algumas dicas:

 

1- Prepare os suportes para hastes

Vai ser provavelmente no inverno que surgirão novas hastes na sua Phal. É que esse diferença de temperatura, junto com o menor tempo de sol ao longo do dia, faz com que as hastes queiram surgir no inverno. Se não surgir, não tem problema: depende muito de como está o período de hibernação da sua orquídea. Mas se surgirem hastes, então você vai precisar deixa-las firmes. Você pode fazer isso com os suportes anteriores, reinserindo-os caso tenha removido após o corte das hastes anteriores. Mas também é possível utilizar arames, varetas, espetos de churrasco e até mesmo hashis, que mesmo sendo menores funcionam como suporte. Prenda a haste com arames de pão de forma ou itens semelhantes.

 

2- Cuidado ao prender as hastes

É comum que, ao crescerem novas hastes, você queira “guiá-las” para crescerem a um lado específico. No entanto, é preciso esperar que elas fiquem maiores e mais firmes antes de prendê-las, pois logo que elas nascem, costumam ser mais frágeis. Portanto, preste atenção na hora de “forçar” a haste para se prender ao novo suporte!

 

3- Reduza a rega, mas não muito

Com a temperatura mais baixa, é possível que você sinta a necessidade de reduzir as regas das orquídeas Phalaenopsis. Afinal, a água permanece lá por mais tempo. No entanto, é comum que o inverno seja também um período mais seco, então por isso deve-se estar sempre atento às raízes das orquídeas e regar quando perceber que estão muito secas.