Entenda como Phalaenopsis dão flores

Como Phalaenopsis dão flores? Entenda no artigo! Imagem de flores orquídeas Phalaenopsis de perto: as da frente são brancas, ao fundo se vê algumas de coloração rosa

Você sabe como Phalaenopsis dão flores? Muita gente se pergunta isso e não sabe muito bem explicar. Afinal, o que acontece dentro da planta para que ela gere as flores na frequência que ela gera? E tem mais: considerando a peculiaridade das orquídeas, que dão flores com alternâncias diferentes, o que é preciso para que ela gere novos botões?

 

Um artigo escrito por pesquisadores da Universidade de Cheng Kung, em Taiwan, explica o que acontece com as orquídeas, especialmente as Phalaenopsis, para que elas possam dar flores.

 

Segundo a explicação científica, as orquídeas fazem parte de uma das maiores famílias de flores do mundo, tornando-se a planta mais importante a colonizar todos os principais habitats do planeta. O fato de ser uma planta muito comercializada também fez com que o investimento em pesquisas aumentasse muito. É por isso que tentamos tanto compreender o funcionamento delas.

 

O que dizem os pesquisadores?

Segundo os especialistas, a floração da maioria das orquídeas demora de 4 a 7 anos para dar a primeira florada, mas existem orquídeas de espécies híbridas que conseguem dar flores após 36 meses de a semente brotar.

 

O artigo ensina que o surgimento de flores nas Phalaenopsis parte basicamente de mudanças na temperatura e no tempo de luz solar. Isso acontece porque essas variações são o que estimula a produção dos nutrientes que levam ao desenvolvimento da planta.

 

Assim sendo, os pesquisadores indicam que a variação de temperatura de 28ºC (dia) a 20ºC (noite) aumenta as chances de levar a haste a dar flores, sendo que temperaturas máximas mais baixas, de 25ºC, costumam ser mais positivas. Neste momento, o diferencial está no tempo de exposição à luz solar. A pesquisa explica que a ausência de sol pode impedir o surgimento de flores. Isso acontece porque a planta, para florir, precisa acumular açúcar, e ele será criado a partir da fotossíntese.

 

No entanto, a maioria das orquídeas tem a florada incentivada quando são expostas a curtos períodos de luz solar, combinados com as temperaturas mais baixas. Os pesquisadores explicam que a luz do sol também estimula a produção de proteínas capazes de promover a divisão celular das plantas, desde que os dias não sejam muito longos. Mesmo assim, o artigo conta que há variações em diferentes espécies da Phalaenopsis, o que pode criar variações, especialmente nas plantas híbridas, e são essas diferentes características que podem formar orquídeas que preferem os dias longos, e portanto vão dar flores com mais força no verão (especialmente se mantidas em ambiente sem excesso de calor).

 

É por isso que as orquídeas Phalaenopsis costumam dar flores após períodos de frio ou no inverno, ainda que haja variações. É também por causa dessas explicações científicas que elas precisam ficar no local mais fresco da casa, para garantir que possam ficar nessas temperaturas ideais!