7 pequenas atitudes para sua orquídea florir

Dicas para fazer a orquidea florir

Então você tem dificuldades de fazer a sua orquídea florir? A gente sabe que esse é um incômodo bastante comum entre muitas pessoas apaixonadas por orquídeas, afinal nem sempre elas voltam a florir no tempo que gostaríamos.

 

Alia-se a isso também ao fato de que as orquídeas são plantas com bastante personalidade e muito sensíveis a transformações no tempo ou incidência de luz, por exemplo! Portanto, fazer a orquídea florir requer paciência, alguns cuidados e a compreensão de que a planta tem seu próprio tempo! Mesmo assim, é importante tomas algumas pequenas atitudes para colaborar para que isso aconteça o mais rápido possível.

 

1- Trocar o substrato

Não é necessário trocar sempre o substrato, até porque ele pode durar alguns anos sendo o suficiente para a sua planta. Mas pode ser que uma troca de substrato pode ajudar a orquídea a encontrar novos ares. Algumas demoram mais a florir justamente porque o substrato está velho. Fora que você pode mudar da casca de pinus para o carvão vegetal ou a fibra de coco, por exemplo! Veja mais informações aqui!

 

2- Adubar

Outra ação razoavelmente fácil de se fazer é adubar. Muitas pessoas ainda não têm o hábito de adicionar fertilizantes às orquídeas, e de fato nem sempre é necessário. Mas se você quer ver sua orquídea florir, vai precisar garantir mais nutrientes, e não há forma melhor do que por meio de adubos. O processo é simples: compre o adubo NPK 10-10-10 ou NPK 18-18-18 que você encontrar na loja especializada ou na floricultura. Dilua o pó na seguinte proporção: 1 colher de  sopa para 1 litro de água. Uma vez por mês, regue a sua orquídea com essa água cheia de nutrientes!

 

3- Acrescentar vitaminas

Se você não quer ou não pode acrescentar adubos vendidos em lojas especializadas, talvez seja uma boa ideia acrescentar vitaminas às suas orquídeas! São formas de adubos orgânicos que, na verdade, acabam tendo um efeito mais gradativo e menos intenso do que o adubo NPK diluído na água. Uma opção muito simples, por exemplo, é a casca de ovo quebrada: basta triturar a casca seca e polvilhar o substrato com ela (que pode ser acompanhada de pó de café usado, como na receita 3 desta lista aqui).

 

4- Mudar de lugar

Que tal mudar o vaso de lugar para ver a orquídea florir? Às vezes, é o tipo de iluminação ou a temperatura que pode estar atrapalhando. Uma forma interessante de mudar o vaso de lugar é fazer isso aos poucos, caso não queria “assustar” a planta! Você pode levar a orquídea para um local mais iluminado por um período específico, por exemplo, devolvendo-a para o local anterior, e fazer isso por uns dias.

 

5- Reduzir ou aumentar a rega

Com que frequência você está regando a sua planta? Para fazer sua orquídea florir, pode ser que ela queira um pouco mais – ou um pouco menos – de água. Não tem nada melhor do que observar a planta e como ela responde à irrigação. Portanto, ao aumentar ou reduzir o tempo entre as regas (sem exagerar, é claro), você pode ficar de olho para ver como a orquídea reage!

 

6- “Esquecer”

Uma outra dica simples – e que parece boba – é esquecer-se da orquídea por um tempo. Ela tem seu tempo de recuperação, e ficar olhando com atenção para ela todos os dias pode fazer com que você ache que ela não está se desenvolvendo para gerar novas flores. Então mantenha a frequência da rega e pare de ficar olhando demais!

 

7- Limpar

Muita gente se preocupa com tanta coisa para a orquídea florir e se esquece de um detalhe muito simples: a limpeza dela! Especialmente as que ficam dentro de casa podem acumular poeira e outras sujeiras, então uma coisa simples que pode ser feita é a limpeza das folhas. Use um pano levemente úmido e passe-o com cuidado!